fbpx
BLOG-Como-a-recuperação-de-créditos-tributários-da-minha-empresa-pode-ser-feita.
Como a recuperação de créditos tributários da minha empresa pode ser feita?
6 de novembro de 2020
Como-o-Compliance-gera-benefícios-para-sua-empresa.
Como o Compliance gera benefícios para sua empresa?
10 de novembro de 2020
Exibir tudo

Organização fiscal da sua empresa: como solucionar suas principais dificuldades?

BLOG-Organização-fiscal-da-sua-empresa-como-solucionar-suas-principais-dificuldades

A organização fiscal de uma empresa é muito importante, independente se ela é de pequeno, médio ou grande porte. Por isso é necessário ter um bom planejamento para a sobrevivência do negócio. 

Com uma economia inconstante e um mercado extremamente concorrente, é uma vantagem saber lidar com a organização de documentos fiscais. Em nosso blog hoje iremos dar dicas para resolver as principais dificuldades. 

Se você é um empreendedor, já se deparou com o acúmulo de funções no dia a dia. Porém, tal acúmulo não pode ocorrer na parte fiscal de sua empresa. 

1. Armazenamento correto de notas fiscais 

Um bom início para fazer a organização fiscal é estabelecer um padrão de armazenamento das notas. A escolha como elas serão armazenadas vai de acordo com o que achar necessário, seja por data, tipo ou entradas e saídas. 

O importante aqui é criar categorias e, sempre que possível, preferir o armazenamento digital por ele ser mais seguro. Além disso, segundo o Ministério da Fazenda: 

“a empresa é obrigada a guardar a NF-e pelo período previsto na legislação. A manutenção das informações em banco de dados é decisão do contribuinte. Esses bancos de dados são importantes para as questões operacionais da empresa, mas não substituem a obrigação da guarda do XML da NF-e”

2. Separe as finanças pessoais das empresariais 

Essa com certeza é a característica mais comum que ocorre em muitas empresas. Porém, em contrapartida, é muito simples estabelecer a organização fiscal nesses casos. 

A dica aqui é abrir uma conta poupança para o seu negócio, pois assim você consegue construir, gradualmente, uma quantia considerável e utilizá-la para pagar impostos, por exemplo. Essa é uma forma de você controlar as suas finanças pessoais e empresariais. 

3. Faça constantemente a emissão das suas notas

É importante otimizar o processo de preenchimento, emissão e armazenamento dos documentos fiscais. Assim, você consegue diminuir o tempo de tais práticas. 

Portanto, sempre que possível busque agrupar tarefas similares para uma mesma equipe, pois é uma forma de automatizar e diminuir erros. 

4. Analise e metrifique o desempenho

Monitorar e medir o desempenho fiscal da sua empresa é crucial para que você acompanhe o movimento financeiro da mesma. Dessa maneira, você consegue estabelecer uma melhor organização fiscal. 

Além disso, fazer a comparação com demonstrações anteriores, é essencial para  projetar suas receitas futuras, despesas e fluxo de caixa.

5. Invista em um software de gestão fiscal

Usar ferramentas de software de gestão é uma forma de otimização do tempo de trabalho. Eles são ideais para melhorar a sua organização fiscal e consequentemente a produtividade. 

Em um único lugar você agrupa todas as informações necessárias, além de fazer e controlar fluxo de caixa e finanças. Isso faz com que organize todas as suas obrigações tributárias, facilitando suas tarefas.

Precisa de soluções fiscais inteligentes? Conte com a Sticorp! 

Somos uma empresa especializada em softwares e serviços para as áreas fiscal e tributária.

Leia também:

Tecnologia prática X indivíduo multi-tarefas

Por que e como se auto-avaliar como profissional?

Bloqueio do WhatsApp: tudo o que as empresas não mereciam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *