Voltar a todos os posts

Por que e como se auto-avaliar como profissional?

roshni Por Roshni Ranchod, psicóloga organizacional na STICORP

A avaliação de performance em uma empresa é um instrumento favorável para que o colaborador saiba sobre o seu desempenho e as expectativas da empresa e líderes para com ele e o trabalho que o mesmo vem desenvolvendo. Diversos colaboradores durante ou após o período de experiência expressam a necessidade de ter um feedback sobre sua efetivação e o que levou a empresa à reconhecer esforços e querer que o mesmo faça parte do time.

Da mesma forma, os psicólogos organizacionais e recrutadores, vêem também a importância e necessidade de saber como aquele candidato que foi escolhido para preencher a vaga – que foi por tanto tempo “trabalhada” por eles (descrição da vaga; anúncio, recebimento e triagem dos currículos, entrevistas realizadas, etc) – está se adaptando e evoluindo no ambiente de trabalho. Para isso é requisitado aos líderes imediatos um feedback de desempenho, porém a auto-avaliação do colaborador, é também um instrumento de grande valia para ambas as partes. O exercício de voltar o olhar para si mesmo como parte de um todo empresarial deve ser realizado não somente por colaboradores iniciantes, mas por todos os que integram a equipe de trabalho.

A seguir 10 sugestões de questionamentos para auto avaliar-se:

1. Onde eu me encontro neste momento em relação à minha carreira?

2. Qual a minha visão sobre o meu emprego atual?

3. Quais foram as minhas experiências mais marcantes até o momento?

4. Quais tarefas eu mais gosto de realizar?

5. Quais são meus pontos fortes? O que eu sou capaz de fazer bem? (habilidades, conhecimentos, talentos e interesses)?

6. Quais são algumas coisas que as pessoas me pedem ajuda com?

7. Quais são os meus valores? (profissionais e pessoais)

8. Quais são meus objetivos (curto , médio e longo prazo)?

9. Como o trabalho realizado por mim afeta o “todo” empresarial? Qual a importância do que eu faço no dia-a-dia da empresa?

10. O que eu considero como um “bom dia de trabalho”?




E você, o que pensa sobre esse assunto?
Deixe sua opinião registrada nos comentários!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


comentários